Seja Bem vindo!!!

Encomendas e Contato pelo e-mail:

blog.flordeprenda@gmail.com

Conheça também a FanPage do Blog =)

Obrigada


segunda-feira, 16 de julho de 2007

Verso do Convite.

Gente, pesquizando na net, achei dois versos/estrofes que me cabiam muito bem, queria algo original... achei isso:
Bilac, Olavo. Poesias Infantis. RJ: Francisco Alves. 1929.

Amai as flores, crianças!
Sois irmãs nos esplendores,
Porque há muitas semelhanças
Entre as crianças e as flores...

A Infância


O berço em que, adormecido,
Repousa um recém-nascido,
Sob o cortinado e o véu,
Parece que representa,
Para a mamãe que o acalenta,
Um pedacinho do céu.

Que júbilo, quando, um dia,
A criança principia,
Aos tombos, a engatinhar...
Quando, agarrada às cadeiras,
Agita-se horas inteiras
Não sabendo caminhar!

Depois, a andar já começa,
E pelos móveis tropeça,
Quer correr, vacila, cai...
Depois, a boca entreabrindo,
Vai pouco a pouco sorrindo,
Dizendo: mamãe... papai...

Vai crescendo. Forte e bela,
Corre a casa, tagarela,
Tudo escuta, tudo vê...
Fica esperta e inteligente...
E dão-lhe, então, de presente
Uma carta de A.B.C...

Adorei o primeiro estrofe, mas esse segundo poema, diz tudo que sinto... quando penso como ela esta crescendo... forte e bela...
Kisses

0 Comments: